Tag Archives: colorau

Negalhos (Miranda do Corvo)

BenQ Corporation

Negalhos é um prato de carne, típico da cozinha tradicional portuguesa, mais concretamente do concelho de Miranda do Corvo, na região centro do país.

Consta que a origem desta receita, tal como a Chanfana e a Sopa de Casamento dela derivada, também remonta à época da terceira invasão francesa. Como os franceses roubavam os rebanhos e a carne rareava, tudo era aproveitado, inclusive as tripas dos animais cozinhados. Experimentou-se, então, cozinhar as tripas segundo a receita da chanfana e o resultado foi positivo ao ponto de, ainda hoje, este prato se confecionar, sendo um dos ícones da cozinha tradicional de Miranda do Corvo.

Ingredientes:

Feijoada Brasileira

feijoada brasileira

Feijoada é um guisado de feijão com carne, geralmente acompanhada com arroz.

Este prato tradicional teve origem no norte de Portugal, sendo atualmente um dos mais típicos da cozinha brasileira. Há, no entanto, algumas diferenças na forma de a confecionar, tendo a receita brasileira sido ajustada com ingredientes marcantes da gastronomia do país. No Brasil, a feijoada é feita de uma mistura de feijões pretos e de vários tipos de carne de porco e de vaca, sendo acompanhada de farofa, arroz branco, couve refogada e laranja fatiada, entre outros ingredientes. Em Portugal, por sua vez, o prato é feito com feijão branco ou encarnado, dependendo da região, e acompanhado com arroz branco, legumes e enchidos.

Não há apenas uma receita de feijoada no Brasil. Pelo contrário, há variações da receita, adaptações aos climas e produções locais. No Rio Grande do Sul, a feijoada é servida como prato de inverno. No Rio de Janeiro é servida tradicionalmente às sexta-feiras, dos botecos mais baratos aos restaurantes mais finos. Independentemente da origem, variedades ou adaptações, a feijoada popularizou-se entre todas as camadas sociais no Brasil, sendo um prato tradicional associado a momentos de festa e confraternização.

Peru Recheado à moda do Alentejo

peru recheado

O Alentejo é uma região repleta de tradições e a riquíssima cozinha alentejana, considerada uma das mais marcantes de Portugal, é uma autêntica arte de sabores e aromas. Durante muitos séculos foram criadas e confecionadas receitas com base em produtos  regionais, tendo sido transmitidas ao longo de várias gerações. Estas receitas tradicionais chegam até nós, mais do que um legado gastronómico, como um verdadeiro testemunho cultural da vida e costumes do Alentejo.

O peru recheado é presença habitual na mesa de Natal, época em que, tradicionalmente, se preparam pratos mais elaborados. Nesta receita, o peru é duplamente recheado, dando origem a um prato vistoso e farto, com ingredientes típicos do Alentejo, que dão um toque especial à ceia de Natal. O peito é recheado com ingredientes como carne de porco e vaca, e a barriga com uma mistura de batata, azeitona e especiarias, não precisando o prato de ser servido com outro acompanhamento senão uma salada ou legumes cozidos.

Cabrito Assado à Transmontana

cabrito assado à transmontana

Trás-os-Montes é uma região de montanha, com uma fauna diversificada, onde a criação de gado caprino encontra excelentes condições ambientais para se desenvolver. Não é, pois, de estranhar que o cabrito seja uma das grandes referências da riquíssima cozinha transmontana, sendo uma das receitas tradicionais de Natal mais procuradas em Portugal.

Tradicionalmente, o cabrito era assado em forno a lenha, que ainda é muito utilizado na região, dando um sabor indiscutivelmente melhor a este prato de carne. Atualmente, os fornos elétricos e a gás ganham cada vez mais relevância, não anulando de forma alguma o aroma, paladar e qualidade característicos desta receita tradicional.
O cabrito é cortado em pedaços e assado no forno com batatas e castanhas.

Pezinhos de Coentrada (Alentejo)

pezinhos de coentrada

Os pezinhos de coentrada são um dos muitos aperitivos de referência da riquíssimo cozinha tradicional alentejana. Como noutros comeres da região, também este prato transforma ingredientes simples em iguarias de eleição pelo prodígio dos alhos e dos coentros.

Este prato típico é geralmente servido sob a forma de sopas de pão, tão marcantes na  gastronomia do Alentejo. Existem várias formas de o preparar, algumas delas com carne de borrego, mas a receita original é feita com pezinhos de porco.