Água de Unto (Trás-os-Montes)

água de unto Trás-os-Montes

A água de unto é uma sopa tradicional da região norte de Portugal, nomeadamente na região de Trás-os-Montes e do Minho (consulte aqui a receita minhota).
Em Trás-os-Montes, esta sopa, à base de um caldo de unto com pão de centeio, é tradicionalmente comida no inverno, ao pequeno-almoço, por agricultores e pastores antes de enfrentarem um dia de trabalho. É uma sopa saborosa, semelhante à açorda alentejana.

Ingredientes:

Sopa de tomate e cebola (Madeira)

Sopa de tomate e cebola Madeira

Na Madeira, a sopa de tomate e cebola é uma das receitas de referência da cozinha tradicional. É enriquecida com ovos escalfados (geralmente um por pessoa) e servida sobre fatias de pão pão duro. Tem o aspeto de um puré, com a cor intensa do tomate, no qual se destacam as tonalidades do ovo.

Ingredientes:

Papas de Farinha de Milho (Minho)

Papas de Farinha de Milho (Minho)

Esta receita tradicional minhota é feita a partir do caldo da sopa de couve e feijão, ao qual se junta a farinha de milho. A densidade das papas varia de acordo com o gosto de quem as confeciona, podendo ser mais densas ou mais leves, dependendo da quantidade de farinha usada.

Ingredientes:

Salada de Batata com Maionese (Alemanha)

salada de batata com maionese

Kartoffelsalat, como é geralmente designada esta receita, é um dos pratos mais tradicionais da cozinha alemã, recebendo, no entanto, designações diferentes, dependendo da região onde é confecionada.

Esta salada de batata é um acompanhamento versátil que pode acompanhar diversos pratos, sendo uma receita comummente servida em festas. Em casa de muitas famílias alemãs, é comum consumir a salada de batata na ceia de Natal, com salsicha Bratwurst (uma salsicha tipicamente alemã, composta por carnes de porco, vaca e vitela). A preparação e os ingredientes da salada de batatas também variam entre regiões, mas há duas variantes que tradicionalmente se demarcam: a receita com maionese, muito comum no norte da Alemanha, e a salada de batata com vinagre.

Broa de Milho

Broa de Milho

A broa de milho, também designada pão de milho, é uma receita muito antiga, feita tradicionalmente em Portugal, na Galiza e no Brasil. Em Portugal, a designação deste tipo de pão depende da região do país – no Norte, usa-se o termo broa para os pães feitos com milho ou centeio, sendo que no Sul se adotou a designação de pão, termo que deriva do Latim panis.

A receita é feita com uma mistura de farinhas de milho e trigo, ou milho, trigo e centeio, às quais se adiciona a água e o fermento. Até há alguns anos atrás, a broa de milho mantinha a conotação herdada da Idade Média, quando era considerada um tipo de pão caseiro que os pobres consumiam no dia-a-dia, opondo-se ao pão branco (de trigo) consumido maioritariamente pelas gentes mais abastadas.