Tag Archives: consoada

Polvo Guisado (Douro e Minho)

polvo guisado

Além do bacalhau, que é o prato de referência na ceia de Natal em Portugal, nas regiões do Douro e Minho, assim como nos Açores, é tradicionalmente servido o polvo, com batatas e couve portuguesa cozidas. Atualmente, essa tradição de servir o polvo, normalmente guisado, começa a integrar a ceia de Natal de grande parte das famílias portuguesas.

A Consoada na região de Entre Douro e Minho é o mais típico repasto do Natal português. Já Ramalho Ortigão referia que “Há só um banquete português que desbanca todos os jantares de Paris, mas que os desbanca inteiramente: é a ceia da véspera de Natal nas nossas terras do Minho”.

Bacalhau com Todos

bacalhau com todos

Este prato tradicional de Natal é servido às postas, no jantar da consoada, à mesa de praticamente todas as famílias, com batatas, couve (pencas), cenoura, grão e ovos.
Há regiões do país em que, por tradição, se come o Bacalhau Cozido com Todos nas ocasiões festivas de Todos os santos, Natal,  Ano Novo e Dia de Reis.
O consumo de bacalhau é milenar, recuando ao tempo dos Vickings, mas foi na Idade Média que ganhou maior relevância, devido ao calendário Cristão, imposto pela Igreja Católica. Nos dias de jejum obrigatório, a carne era excluída da alimentação e, por ser muito barato na época, o bacalhau passou a ser o alimento de eleição do povo para as festas religiosas do Natal e da Páscoa. Ao longo dos séculos, o jejum foi perdendo o caráter punitivo próprio da Idade Média e, embora  ainda se mantenha presente na tradição cristã, hoje em dia encarado como uma opção. Já a tradição de comer bacalhau nas épocas festivas se manteve inalterada, sobretudo na ceia de Natal.
Embora o bacalhau seja a grande referência gastronómica, há outros pratos típicos da cozinha portuguesa que compõem a mesa de Natal – como polvocabrito ou peru.

Ingredientes:

Bacalhau da Consoada (Minho)

bacalhau da consoada

Uma das tradições gastronómicas mais enraizadas em Portugal na celebração do Natal é o bacalhau, servido na ceia da consoada, no dia 24 de dezembro. Este bacalhau, típico da região do Minho, é uma alternativa ao tradicional Bacalhau cozido com Todos (bacalhau, batata, couve, cenoura, grão e ovo) que a generalidade das famílias portuguesas come na ceia de Natal. Torna-se um prato mais requintado, uma vez que o bacalhau é servido às lascas grossas e sem espinhas. Existem algumas aldeias onde as batatas são cozidas com a pele.

O bacalhau da consoada é servido com um molho de azeite quente, à parte, temperado com alhos e vinagre.