Petiscos

Espargos com Ovos (Alentejo)

espargos com ovos

Os espargos com ovos mexidos são um prato tipicamente alentejano que serve de entrada para uma refeição marcada pela tradição e requinte. Foi um dos pratos concorrentes às 7 Maravilhas da Gastronomia de Portugal, na categoria das entradas.

Os espargos poderão ser bravos, de conserva ou de cultura, embora o prato fique com um paladar ainda melhor se forem usados espargos bravos na sua confeção.

Bola de Carne de Lamego

bôla de Lamego

A bola de Lamego é uma das iguarias mais genuínas e distintas da cozinha tradicional portuguesa, sendo um prato típico da região que lhe dá o nome – Lamego. Existem variantes da bola, podendo esta ser de presunto (ex-líbris da gastronomia local), salpicão, sardinha, bacalhau, carne ou fiambre, mas a receita tradicional é a de carne.

A bola consiste numa espécie de pão de massa fofa recheada com um dos ingredientes principais e pode ser servida como entrada, petisco, lanche ou refeição ligeira. Foi uma das candidatas às 7 Maravilhas da Gastronomia de Portugal, na categoria de entradas.

Amêijoas à Bulhão Pato (Lisboa)

amêijoas à Bolhão Pato

Amêijoas à Bulhão Pato é um prato típico da culinária portuguesa, criado, nos finais do séc. XIX, pelo cozinheiro João da Matta, em homenagem ao poeta e escritor Bulhão Pato, que gostava muito de as comer. Foi um dos finalistas nas 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa, na categoria de marisco.

A receita é simples, rápida e provavelmente uma das melhores formas de comer amêijoas. Pode ser servida como petisco ou como entrada numa refeição mais requintada. Para as confecionar, não podem faltar o azeite, o alho, o limão e os coentros. Algumas variantes da receita também incluem o vinho branco, que realça os sabores. A qualidade das amêijoas é determinante para o sucesso do prato e o molho que as acompanha pede pão para ser saboreado…

Lapas Grelhadas à moda da Madeira

lapas grelhadas da Madeira

As lapas são moluscos que aderem aos rochedos, na costa marítima. São muito apreciadas nas zonas pescatórias dos arquipélagos da Madeira e Açores, podendo ser consumidas grelhadas, de escabeche, em arroz de lapas ou caldeirada de marisco.

Esta iguaria tem um sabor e aroma intenso a mar, que liga muito bem com os temperos que a acompanham. Como entrada, são temperadas com muito alho e grelhadas na sua própria concha. Servem-se ainda quentes, mal acabam de grelhar, numa frigideira e acompanhadas com rodelas de limão.

Pezinhos de Coentrada (Alentejo)

pezinhos de coentrada

Os pezinhos de coentrada são um dos muitos aperitivos de referência da riquíssimo cozinha tradicional alentejana. Como noutros comeres da região, também este prato transforma ingredientes simples em iguarias de eleição pelo prodígio dos alhos e dos coentros.

Este prato típico é geralmente servido sob a forma de sopas de pão, tão marcantes na  gastronomia do Alentejo. Existem várias formas de o preparar, algumas delas com carne de borrego, mas a receita original é feita com pezinhos de porco.