Cozinha Portuguesa

Sopa de Castanhas (Madeira)

sopa de castanhas

Esta sopa é um prato tradicional do concelho de Câmara de Lobos, sendo uma das várias iguarias gastronómicas produzidas com o fruto seco (como licores e bolos). De entre os vários ingredientes que lhe conferem uma grande riqueza nutricional, destacam-se a batata-doce e o inhame, muito usados na cozinha tradicional do arquipélago.

A sopa de castanhas à moda da Madeira foi uma das concorrentes da categoria às 7 Maravilhas da gastronomia de Portugal.

Termos de Cozinha em Portugal e no Brasil

Há receitas que contêm termos como se dizem em Portugal e outras no Brasil, levando a que nem sempre se saiba qual o ingrediente ou utensílio referido, sobretudo para quem não reside no país.

Na tabela que se segue, encontrará a equivalência de termos de usados em Portugal e no Brasil. Procuraremos mantê-la o mais completo e atualizado possível, mas agradecemos a colaboração dos nossos seguidores para melhorar e alargar o número de entradas. Nesse sentido, caso conheça algum termo com uma designação diferente nos dois países, agradecemos que no-lo indique, a fim de mantermos a tabela o mais atualizada e completa possível.

Por uma questão de organização e também para que a tabela não se torne demasiado extensa, iremos dividir as entradas em 3 tópicos:
Termos de Culinária e Cozinha, Utensílios e eletrodomésticos e, por último, Ingredientes e Alimentos.

Bacalhau à Brás

bacalhau à Brás

O bacalhau à Brás é um prato típico da cozinha portuguesa, de confeção simples, sendo um dos mais afamados pratos de bacalhau. A sua popularidade levou-o além fronteiras de Portugal, sendo também possível encontrá-lo em ementas espanholas, onde recebe a designação de “revuelto de bacalao a la portuguesa”.
A receita, feita com bacalhau desfiado, batata frita em palha, ovos mexidos e salsa, terá sido criada por um taberneiro do Bairro Alto, em Lisboa, de nome Braz. Devido à grafia do nome do seu autor, este prato também é conhecido como Bacalhau à Braz.

Ingredientes:

Arroz de Sarrabulho (Ponte de Lima)

arroz de sarrabulho

O Arroz de Sarrabulho é um prato da cozinha tradicional portuguesa, originário de Ponte de Lima, sendo um dos mais genuínos do Alto Minho. Confecionado com vários tipos de carne (porco, vaca e galinha), sangue de porco e diversas especiarias, acompanha com os rojões à moda do Minho, belouras, tripas enfarinhadas ou batatas alouradas.

Esta receita tradicional surgiu nos meados do século XIX pelas mãos da cozinheira Clara Penha. Em 2006, foi criada a confraria do Arroz de Sarrabulho à moda de Ponte de Lima, a fim de divulgar e realçar o valor gastronómico e histórico deste prato.

Sopa do Espírito Santo (Ilha Terceira)

sopas do Espírito Santo

As festas do Espírito Santo são realizadas desde a Idade Média e ocorrem tradicionalmente aos domingos, durante sete semanas depois da Páscoa. Num misto de profano e religioso, são celebradas em todas as ilhas dos Açores, com especial destaque na Ilha Terceira, onde o culto foi mais difundido. Têm o seu ponto culminante na sétima semana de celebração, quando ocorre um almoço, que é confecionado e distribuído pelos participantes (tradição que terá a sua origem na distribuição de pão aos pobres, pela Rainha Santa Isabel), no qual é servida a tradicional sopa do Espírito Santo – concorrente às 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa.
Também conhecida como sopa de carne, a receita difere de ilha para ilha, mas na sua base está sempre um caldo da cozedura de carnes, o pão duro e a  hortelã, que confere aroma e frescura à receita.

Ingredientes: