Refeições

O prazer de um lanche ajantarado

O prazer de um lanche ajantarado

Os lanches dos fins de semana, com familiares ou amigos, que se prolongam até à hora de jantar, sem pressas, são momentos marcantes de convívio e bem-estar. Tendem a ser mais consistentes do que o lanche normal e, não raro, são o complemento ideal para um jantar leve, normalmente sopa. A comida intercala-se com as histórias contadas, os jogos e os risos trocados, ganhando um novo sabor.

Se o lanche for em sua casa, experimente algumas das sugestões que se seguem para garantir a diversidade e o bom gosto.

Caldo de Cascas (Trás-os-Montes)

calso de cascas

O caldo de cascas é o nome dado a uma sopa tradicional transmonatana, cuja designação provém do feijão-verde seco ao sol, regionalmente denominado cascas ou casulas. O regime alimentar típico dos transmontanos inclui pratos consistentes, com sabor e aroma fortes, capazes de retemperar forças para os trabalhos nos campos. Esta sopa (que na região se designa caldo) foi também uma forma de enfrentar o frio rigoroso do inverno, sendo tradicionalmente confecionada nessa época do ano.

Na sua confeção entram produtos regionais como a carne fumada (linguiça, salpicão, chouriço ou presunto), temperados com sal e azeite, adicionando-se por fim as batatas e as cascas.

Gaspacho Algarvio

gaspacho algarvio

A região do Algarve caracteriza-se pelas suas maravilhosas praias e pelo clima quente no verão, que chega  a ser intenso. O gaspacho é uma sopa refrescante, ideal para começar uma refeição ou até para servir como prato principal, se levar acompanhamento.

No Algarve, a receita é designada Arjamolho e sofre pequenas alterações dependendo da região; no entanto, o tomate e os orégãos são indispensáveis – segundo a conceção local, não pode haver gaspacho sem orégãos, que lhe dão um aroma muito agradável. O pepino e o pimento são também muito importantes nesta receita tradicional, mas antigamente nem sempre eram incluídos, devido à dificuldade que havia em os encontrar.

Pernil de Porco ao Vinho (Brasil)

pernil de porco ao vinho

O pernil de porco é um prato muito apreciado, particularmente para a ceia de Natal e Ano Novo, no Brasil e em outros países da América Latina. Embora o peru seja mais tradicional nesta quadra, o pernil tem vindo ter uma procura crescente no Brasil por ser um prato muito saboroso e simples de preparar.

Na cozinha brasileira, há várias receitas de pernil, sendo a carne assada na maioria delas. O pernil de porco ao vinho, tinto ou branco, é um prato requintado e apelativo, tradicionalmente servido no Natal.

Arroz de Lampreia (Viana do Castelo)

arroz de lampreia

Apreciada desde o Império Romano, a lampreia é o ingrediente principal de pratos tradicionais em diferentes pontos de Portugal, sendo o arroz de lampreia do Minho um dos mais afamados. Mesmo nesta região do país existem diversas variantes, apenas com ligeiras diferenças entre si.

As receitas regionais de Viana do Castelo e de Esposende são muito idênticas, caracterizando-se por ambas levarem vinho verde e chouriço. A diferença entre a forma de cozinhar a lampreia nestas duas cidades minhotas é que em Viana se usa maioritariamente o vinho branco (que não pode ser doce) e em Esposende usa-se sobretudo o vinho verde tinto.