Xarém com Conquilhas (Algarve)

xarém com conquilhas

No Algarve, tradicionalmente, a farinha de milho obtém-se triturando os grãos na molineta (a mó natural herdada dos Romanos). É com este milho mal moído que se faz o xarém. O prato é composto por conquilhas, papas de milho, tiras de toucinho fumado, pão, água, banha, coentros e sal.

Este prato tradicional do Algarve foi finalista nas 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa. O nome deriva do árabe (zerem), sendo uma forma regional de designar as papas de milho; no entanto, em algumas zonas do Algarve chamam-lhes apenas papas de milho e não “xarém”.

Este prato de marisco tem várias combinações, podendo as papas de milho ser feitas com conquilhas, amêijoas, sardinhas, ervilhas, camarão, etc. Estas variações podem mesmo originar a mudança de nome, como é o caso de quando as conquilhas são substituídas por amêijoas, em que o prato passa a designar-se Baile de Roda.

O xarém com conquilhas pode ser servido como entrada ou como prato principal.

Ingredientes:

(para 4 pessoas)
  • 1 kg de conquilhas
  • 2,5 litros de água
  • 500 g de farinha de milho
  • 250 g de toucinho
  • 50 g de banha
  • coentros q.b. (opcional)
  • cubos de pão q.b.
  • sal q.b.

Confeção:

Leve ao lume uma panela com a água temperada com sal. Quando amornar, deite a farinha de milho em chuva e vá mexendo sempre para não formar grumos.

Frite o toucinho, cortado em pedaços finos, assim como quadradinhos de pão.

Junte depois  o toucinho e o pão à farinha, a cozer em lume brando.

Quando as papas de milho começarem a fazer bolhas, acrescente as conquilhas lavadas e sem areia. Poderá abrir as conquilhas numa frigideira, juntando-as depois às papas ou deixá-las abrir com o calor do milho.

Querendo, junte os coentros picados e envolva.

Estando as papas com a consistência desejada, junte a banha, deixando-a derreter. Mexa e sirva de imediato.

 

Curiosidades da cozinha tradicional algarvia…

Em certas regiões do Algarve as papas de milho são confecionadas simples e depois adicionam-lhe açúcar, o que as torna numa espécie de doce, óptimo para comer à sobremesa.

Se fizer esta receita, mande-nos a sua foto para o email cozinhaatradicional@gmail.com e nós faremos a divulgação com a indicação da sua autoria.
Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>