Pular para o conteúdo
Home » Pastel de Feira à Paulista: Uma Odisseia de Sabores no Coração de São Paulo

Pastel de Feira à Paulista: Uma Odisseia de Sabores no Coração de São Paulo

pastel sobre uma tabua de madeira rustica
Compartilhe!
cinco pasteis um em uma mão e outrosem uma tigelavermelha


Em meio à efervescência culinária de São Paulo, o Pastel de Feira surge como um ícone incontestável, uma delícia que transcende sua simplicidade aparente para se tornar uma verdadeira obra-prima gastronômica. Originário das feiras movimentadas que permeiam a cidade, este quitute conquistou corações e paladares, representando não apenas uma iguaria, mas uma narrativa viva da riqueza culinária do estado de São Paulo.

História:


A história do Pastel de Feira à Paulista remonta ao início do século XX, quando as feiras livres ganhavam espaço como pontos centrais de comércio e encontro social. A simplicidade e praticidade do pastel se destacaram, tornando-se rapidamente um favorito entre os frequentadores desses mercados. Originalmente, a receita tradicional incluía recheios simples, como carne moída, queijo e palmito, mas ao longo do tempo, novas variações foram introduzidas, consolidando o pastel como uma instituição gastronômica paulista.

Criação:

A criação de um autêntico Pastel de Feira à Paulista é uma verdadeira arte que se desenvolve nas mãos habilidosas dos pasteleiros locais. A massa, fina e crocante, é essencial para o sucesso do quitute. Misturando farinha, água e gordura, os pasteleiros aprimoram suas técnicas para atingir a consistência perfeita. Os recheios, por sua vez, são um campo vasto de possibilidades, desde os clássicos carne e queijo até opções mais ousadas, como frango com catupiry e camarão.

Variações:

A versatilidade do Pastel de Feira à Paulista é uma das razões para sua popularidade duradoura. Ao longo dos anos, novas variações foram introduzidas, adaptando-se aos gostos em constante evolução dos paulistanos. O pastel de pizza, recheado com molho de tomate, muçarela e pepperoni, é um exemplo moderno que se tornou um sucesso instantâneo. Variedades doces, como pastéis recheados com banana e chocolate, também conquistaram seu espaço nas barracas de feira, proporcionando uma experiência única de sabor.

Tradições:

O Pastel de Feira à Paulista é mais do que uma simples iguaria; é uma tradição, uma expressão da cultura e da diversidade que define São Paulo. Nas manhãs movimentadas das feiras livres, é comum ver pessoas de todas as idades aguardando ansiosamente por seu pastel preferido. O ato de escolher os recheios, o calor da fritura e o aroma irresistível que paira no ar tornam-se parte de uma experiência compartilhada, uma tradição que passa de geração em geração.

A Alma das Feiras Paulistanas:

As feiras livres de São Paulo são verdadeiros tesouros gastronômicos, e o Pastel de Feira é a estrela que ilumina esses eventos. As barracas de pastel, com suas cores vibrantes e seus aromas sedutores, representam a alma pulsante das feiras paulistanas. É o local onde os sabores se entrelaçam, onde a tradição se mistura à inovação, criando um ambiente único que ressoa com a diversidade e a riqueza cultural da cidade.

Pastel de Feira :

cinco pasteis de feira

Pastel de feira

Francisca Pereira
O Pastel de Feira à Paulista, em sua crocância perfeita e recheios irresistíveis, é mais que um quitute de rua; é a essência da diversidade gastronômica que faz de São Paulo um verdadeiro festival de sabores.
Preparo 50 minutes
Tempo Total 50 minutes
Refeição Café da Manhã, café da tarde, Lanche
Culinária Brasileira

Equipamento

  • 1 Tigela
  • 1 Frigideira
  • 1 papel toalha
  • 1 Rolo de massa
  • 1 pano umido

Ingredientes
  

  • Ingredientes para Massa:
  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 1 xícara de água morna
  • 2 colheres de sopa de óleo vegetal
  • 1 colher de chá de sal
  • Óleo para fritar
  • Ingredientes para Recheio Exemplo Tradicional:
  • 300 g de carne moída
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 tomate médio picado
  • 1/2 xícara de salsinha e cebolinha picadas
  • Sal e pimenta a gosto
  • Ingredientes para Recheios Variados Exemplos:
  • Queijo mussarela
  • Calabresa
  • Frango desfiado com catupiry
  • Palmito
  • Banana com canela e açúcar recheio doce
  • Para Acompanhar:
  • Molho de pimenta
  • Limão cortado em gomos
  • Observação:
  • Os ingredientes podem variar conforme a preferência e criatividade pois os pasteis de feira oferecem uma variedade incrível de recheios para todos os gostos.

Instruções
 

  • **Modo de Preparo do Pastel de Feira à Paulista:**
  • Preparo da Massa:
  • Em uma tigela grande, misture a farinha de trigo, o sal e o óleo vegetal.
  • Adicione a água morna gradualmente, enquanto mexe, até obter uma massa homogênea.
  • Sove a massa em uma superfície enfarinhada por cerca de 10 minutos, até que fique elástica.
  • Cubra a massa com um pano úmido e deixe descansar por aproximadamente 30 minutos.
  • Preparo do Recheio Tradicional:
  • Em uma frigideira, refogue a carne moída até dourar.
  • Adicione a cebola, o alho e refogue até que fiquem macios.
  • Acrescente o tomate, a salsinha, a cebolinha, o sal e a pimenta.
  • Cozinhe por mais alguns minutos até que o recheio esteja bem apurado.
  • Deixe esfriar antes de utilizar.
  • Montagem e Fritura:
  • Divida a massa em pequenas porções e abra cada uma em formato circular, fina e uniforme.
  • Coloque uma porção do recheio no centro de cada círculo de massa.
  • Dobre a massa ao meio, formando um semicírculo, e pressione as bordas com um garfo para selar.
  • Em uma panela funda, aqueça óleo suficiente para imergir os pasteis.
  • Frite os pasteis em óleo quente até que fiquem dourados e crocantes.
  • Retire os pasteis com uma escumadeira e coloque-os sobre papel absorvente para remover o excesso de óleo.
  • Variações de Recheio:
  • Queijo Mussarela:
  • Adicione fatias de queijo antes de dobrar a massa.
  • Calabresa:
  • Refogue calabresa fatiada e adicione como recheio.
  • Frango com Catupiry:
  • Misture frango desfiado com catupiry e utilize como recheio.
  • Palmito:
  • Refogue palmito picado com temperos a gosto.
  • Doce de Banana:
  • Misture banana com canela e açúcar para um recheio doce.
  • Dicas:
  • Certifique-se de selar bem as bordas para evitar vazamentos durante a fritura.
  • Experimente diferentes combinações de recheios para uma variedade de sabores.
  • Sirva os pasteis ainda quentes, acompanhados de molho de pimenta e limão.
  • Aprecie o sabor autêntico do Pastel de Feira à Paulista, uma verdadeira delícia que encanta paladares em todas as esquinas de São Paulo!
Etiquetas feira, massa de pastel, pastel, recheios

Conclusão:

Em conclusão, o Pastel de Feira à Paulista é uma joia culinária que transcende seu status de quitute de rua para se tornar um embaixador da gastronomia paulista. Seja em uma esquina movimentada da cidade, em uma feira tradicional ou mesmo em um evento sofisticado, o pastel é uma presença constante que cativa, encanta e alimenta a paixão dos paulistanos por boa comida. Cada mordida é uma viagem através das tradições, inovações e histórias que moldaram a rica tapeçaria gastronômica de São Paulo. O Pastel de Feira à Paulista não é apenas um prato; é uma celebração da vida, da cultura e da paixão que fazem desta cidade um verdadeiro paraíso para os amantes da gastronomia. Em cada folha fina de massa, em cada recheio suculento, encontramos a essência de São Paulo, uma cidade que transforma simples ingredientes em experiências extraordinárias.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recipe Rating