Tag Archives: carne de vaca

Mão de Vaca com Grão | Meia-unha

Mão de vaca com grão

Este prato típico da cozinha tradicional portuguesa, também conhecido como Meia-unha, é feito à base de mão de vaca e grão de bico. Além destes ingredientes, também inclui ingredientes como a cenoura, azeite, chouriço de carne, tomate e vinho branco .

A receita remonta aos finais do séc. XVIII, tendo a sua origem na Malveira, onde era vendido numa feira local anual. Esta tradição manteve-se até à atualidade, sendo um dos pratos de referência em todas as tabernas da Malveira, sobretudo nos dias de feira.

Sopa Seca do Cozido à Portuguesa (Minho)

sopa seca do cozido à porttuguesa

Esta sopa, oriunda da região do Minho, é feita com o aproveitamento das sobras do Cozido à Portuguesa, sendo uma variante da tradicional sopa caldosa do cozido. Por todo o país as há, com pequenas alterações no modo de confeção ou na junção de ingredientes, mas no essencial são todas elas muito idênticas à sopa minhota.
Caso não tenham sobrado do cozido quantidades suficientes dos ingredientes necessários para a sopa, poderá preparar ingredientes de modo a perfazer as quantidades indicadas ou então adaptá-las, fazendo uma sopa mais pequena.

Ingredientes:

Arroz de Sarrabulho (Ponte de Lima)

arroz de sarrabulho

O Arroz de Sarrabulho é um prato da cozinha tradicional portuguesa, originário de Ponte de Lima, sendo um dos mais genuínos do Alto Minho. Confecionado com vários tipos de carne (porco, vaca e galinha), sangue de porco e diversas especiarias, acompanha com os rojões à moda do Minho, belouras, tripas enfarinhadas ou batatas alouradas.

Esta receita tradicional surgiu nos meados do século XIX pelas mãos da cozinheira Clara Penha. Em 2006, foi criada a confraria do Arroz de Sarrabulho à moda de Ponte de Lima, a fim de divulgar e realçar o valor gastronómico e histórico deste prato.

Cozido à Portuguesa

cozido à portuguesa

Cozido à Portuguesa é um dos pratos de referência na cozinha tradicional portuguesa, muito apreciado aquém e além fronteiras. A receita é feita à base um cozido de carnes, enchidos, legumes e vegetais variados, criando um prato colorido, aromático e muito saboroso. No seu todo, é um prato intenso e rico, ideal para os dias frios do Inverno.

No que diz respeito aos legumes e vegetais, por norma cozem-se feijões, batatas, cenouras, nabos, couves e hortelã. Nas carnes, encontram-se uma mistura de carnes de ave, porco e vaca – frango ou galinha, entrecosto, entremeada, orelha e chispe de porco e carne de vaca. Os enchidos típicos são o chouriço (de carne e de sangue), a farinheira e a morcela.

Churrasco Gaúcho

churrasco gaúcho

Churrasco é o termo usado em português e espanhol para designar um pedaço de carne assada na brasa. Tem uma forte ligação ao Brasil, sobretudo à região sul, por ser tradicionalmente uma área com grandes explorações de animais e consumo de carne. Foi na região do pampa – uma vasta região de pastagem natural que integra o estado do Rio Grande do Sul, no Brasil – que os vaqueiros, conhecidos como gaúchos, difundiram e deram fama a este prato tradicional. Foram, aliás, estes vaqueiros que, com o seu papel preponderante naquela região do país, deram origem à denominação de gaúcho a tudo o que provém ou é característico do estado do Rio Grande do Sul (como é o caso da culinária e da própria receita de churrasco aqui apresentada).

Tradicionalmente, a carne usada é a bovina, mas também são muito apreciadas as carnes de porco, de ovelha ou frango. Em termos de tempero, as carnes  bovina e ovina levam somente sal grosso, pois quaisquer outros condimentos lhes alteram o sabor natural; as carnes de frango e porco, por sua vez, já precisam de um tempero de véspera. No que se refere aos acompanhamentos, o churrasco gaúcho pode ser servido com linguiça, salsicha ou coração, assim como de uma farofa ou pão com alho.