Pratos de Peixe

Arroz de Lampreia (Viana do Castelo)

arroz de lampreia

Apreciada desde o Império Romano, a lampreia é o ingrediente principal de pratos tradicionais em diferentes pontos de Portugal, sendo o arroz de lampreia do Minho um dos mais afamados. Mesmo nesta região do país existem diversas variantes, apenas com ligeiras diferenças entre si.

As receitas regionais de Viana do Castelo e de Esposende são muito idênticas, caracterizando-se por ambas levarem vinho verde e chouriço. A diferença entre a forma de cozinhar a lampreia nestas duas cidades minhotas é que em Viana se usa maioritariamente o vinho branco (que não pode ser doce) e em Esposende usa-se sobretudo o vinho verde tinto.

Arroz de Lampreia (Esposende)

arroz de lampreia

O arroz de lampreia é uma receita tradicional portuguesa, tendo algumas variantes regionais pouco significativas. O arroz de lampreia à moda de Esposende, tal como o de Viana do Castelo, leva vinho verde e chouriço na sua confeção; no entanto, em Esposende, é utilizado maioritariamente o vinho verde tinto, enquanto em Viana é o branco.

Massada de Tamboril

Massada de Tamboril

Sendo Portugal um país costeiro, no qual as pescas desempenham um papel importante na economia do litoral, há inúmeros pratos da cozinha tradicional portuguesa em que o peixe é o ingrediente de referência. A massada é uma dessas famosas receitas e, além de ser muito saborosa, é uma ótima opção quando se pretende fazer o aproveitamento de peixe.

No caso concreto desta receita, além dos ingredientes tradicionalmente usados na massada de peixe, destaca-se o tamboril – um tipo de peixe que não se cozinha diariamente, usado sobretudo em refeições festivas ou numa ocasião especial.

Bife de Atum à Madeirense

bifes de atum à madeirense

O atum é um dos pratos mais apreciados na Madeira, sendo geralmente comido sob a forma de bife. A principal atividade económica da Madeira  foi durante muito tempo a pesca e o atum é um peixe abundante nos mares da ilha – também por isso tem uma expressão tão forte na cozinha tradicional da região.

Neste prato, o atum é temperado com alho, sal, vinagre, vinho branco e orégãos, sendo acompanhado com milho (cozido ou frito) ou batata, arroz e salada. Esta receita é uma forma simples e prática de saborear um bom bife de atum, aproveitando todas as suas vantagens nutricionais. No entanto, para que mantenha as suas propriedades, o atum não deve ser demasiado cozinhado.

Sável Frito com Açorda (Ribatejo)

sável frito

Este prato de peixe é uma receita da cozinha tradicional portuguesa, mais concretamente da região do Ribatejo, muito marcada pela vida e dinâmica do rio que lhe deu o nome – o rio Tejo. O sável é um peixe do mar, que escolha as águas dos rios para se reproduzir. Embora hoje em dia já não haja a quantidade de outrora, a tradição de confecionar este peixe ainda se mantém muito viva na região.

Além da açorda, que é o acompanhamento mais comum, o sável frito também acompanha com arroz branco ou de cenoura, arroz de tomate ou até uma salada.