Tag Archives: vinho tinto

Pernil de Porco ao Vinho (Brasil)

pernil de porco ao vinho

O pernil de porco é um prato muito apreciado, particularmente para a ceia de Natal e Ano Novo, no Brasil e em outros países da América Latina. Embora o peru seja mais tradicional nesta quadra, o pernil tem vindo ter uma procura crescente no Brasil por ser um prato muito saboroso e simples de preparar.

Na cozinha brasileira, há várias receitas de pernil, sendo a carne assada na maioria delas. O pernil de porco ao vinho, tinto ou branco, é um prato requintado e apelativo, tradicionalmente servido no Natal.

Chanfana (Miranda do Corvo)

chanfana

A Chanfana é um prato da região centro de Portugal, com um lugar de destaque no receituário da cozinha tradicional pelo sabor e aroma de excelência, apesar da simplicidade dos seus ingredientes, sendo a preparação apurada ao longo dos tempos. A receita, que deve ser preparada de véspera para tomar o sabor dos temperos, é feita à base de carne de cabra, devidamente condimentada, temperada e totalmente coberta com vinho tinto de boa qualidade. O acompanhamento típico deste prato é a tradicional batata cozida com pele, embebida no molho intenso da carne. Há quem diga que a chanfana é ainda melhor se for reaquecida e comida no dia seguinte ao do preparo.

A receita terá nascido em Semide, uma freguesia do concelho de Miranda do Corvo, que é atualmente conhecido por ser a capital da Chanfana. Também é conhecida como Carne de Matrimónio, por ser tradicionalmente servida em todos os casamentos na região, ou Lampantana, na região da bairrada. Pensa-se que terá sido um prato criado pelas monjas do Mosteiro de Santa Maria de Semide que, durante as invasões francesas, para evitar que os franceses lhes roubassem os rebanhos, mataram os animais e os cozinharam. Como os franceses tinham envenenado as águas, as monjas utilizaram vinho na confeção.

Carne Agridoce – Sauerbraten (Alemanha)

Carne Agridoce - Sauerbraten

Sauerbraten é uma receita tradicional alemã que consiste num assado de carne, geralmente bovina, marinado numa mistura de ingredientes que lhe conferem o seu característico sabor agridoce. A carne tem de ficar pelo menos 24 horas na marinada, sendo que um bom sauerbraten pode marinar durante vários dias.

É um dos pratos alemães mais conhecidos, havendo variações regionais da receita ao nível dos ingredientes da marinada, molho e acompanhamentos. Tradicionalmente, o prato é servido com couve roxa, bolinhos de batata, batata cozida ou macarrão.

Arroz de Lampreia (Entre-os-Rios)

arroz de lampreia

Surgem cada vez mais novas formas de cozinhar a lampreia, mas as receitas tradicionalmente portuguesas são o arroz de lampreia, cujas receitas mais famosas são as do Minho, e a Lampreia à Bordalesa.

A receita de arroz de lampreia de Entre-os-Rios é uma das várias receitas minhotas deste prato tradicional, cuja principal particularidade é a inclusão de ingredientes como o  vinho maduro tinto, o presunto e o salpicão.

Polvo Assado no Forno (Açores)

polvo assado no forno à moda dos Açores

O polvo é um alimento de excelência em termos nutricionais e nas utilidades culinárias que lhe podemos dar – cozido, frito, guisado, grelhado ou estufado, liga-se na perfeição aos demais ingredientes, criando pratos deliciosos. Mas, apesar de ter uma grande expressão na cozinha portuguesa, de serem várias as formas de o confecionar, da sua presença marcante (de norte a sul do país) na ceia da Consoada, as receitas de polvo que têm maior relevância gastronómica são as dos Açores. Exemplo disso é esta receita, que representou o arquipélago na eleição das 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa, na categoria dos pratos de peixe, tendo sido uma das finalistas.

O polvo assado no forno é confecionado em todas as ilhas dos Açores, de diversas formas, mas foi em Ponta Delgada, nas décadas 50 e 60 do séc. XX, que a receita adquiriu o estatuto que lhe permitiu tornar-se um ex-libris gastronómico, sendo um prato de referência na ceia de Natal.