Espetada Madeirense

espetada madeirense

A espetada madeirense é um prato da cozinha tradicional conhecido e apreciado aquém e além fronteiras de Portugal, assumindo designações diferentes consoante o país ou ingredientes utilizados. É o prato típico madeirense por excelência, sendo originalmnete confecionado com carne de vaca e em espetos do pau de loureiro. A carne para a confeção da espetada madeirense deve ser tenra e suculenta, com uma camada de gordura na parte exterior da peça.

Durante muito tempo estas espetadas só era servidas nos arraiais ou romarias madeirenses. Estas festas eram uma das raras oportunidades para que os populares pudessem comer carne de vaca, que devido ao seu custo só ia à mesa da população menos abastada, “de festa a festa”. Foi só nos anos 50 do séc. XX que esta espetada da gastronomia tradicional madeirense foi introduzida na restauração, pela mão de Francisco da Silva Freitas, na freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, que instituiu o primeiro restaurante de espetadas na Madeira. Pelo facto de ter sido introduzida na restauração madeirense no Estreito de Câmara de Lobos, a origem desta espetada passou a estar ligada a este local, embora as suas origens sejam de cariz popular.

A espetada como prato emblemático da restauração madeirense espelhou-se rapidamente por todo o arquipélago, com a abertura de restaurantes da especialidade, em que a espetada era o único ou o mais importante prato. Com o passar do tempo, em vez dos espetos do pau de loureiro, que dava à carne um sabor sui generis, passaram a serem substituídos por espetos de ferro ou alumínio. Foram também introduzidos novos acompanhamentos, nomeadamente a salada, o milho frito e ainda o Bolo do Caco que, de certa forma viria a substituir o pão caseiro dos arraiais.

Atualmente, a espetada é, provavelmente, o prato mais consumido nas festas e romarias da Madeira, onde há vários açougues onde as pessoas compram os pedaços de carne e depois assados em grelhadores «comunitários», sendo servidos com vinho e laranjada.

Ingredientes:

  • 1 kg de lombo de vaca
  • 1 ramo de louro verde
  • 2 cabeças de alho
  • sal grosso q.b

Confeção:

Corte a carne em cubos ou paralelepípedos pequenos e reserve.

Esmague os alhos com casca e o louro no almofariz.

Espete a carne nos espetos do pau de loureiro, colocando a gordura toda virada para o mesmo lado.

Tempere com sal e asse dos dois lados. Quando retirar do braseiro, sacuda o excesso de sal, batendo as espetadas uma na outra.

Sirva com milho frito, bolo do caco e manteiga de alho.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>