Avançar para o conteúdo
Home » Bacalhau Espiritual, Uma Delícia Portuguesa com Certeza

Bacalhau Espiritual, Uma Delícia Portuguesa com Certeza

PULAR PARA A RECEITA

A gastronomia é frequentemente uma janela para a história de um povo, e a culinária portuguesa é rica em pratos que contam histórias e tradições centenárias. Entre esses tesouros culinários, destaca-se o Bacalhau Espiritual. Este prato é um verdadeiro embaixador da cozinha de Portugal, cativando paladares com sua combinação única de bacalhau, molho cremoso e gratinado de queijo.

Neste artigo, vamos desvendar os segredos desta iguaria, explorando sua história, ingredientes e, é claro, a receita que o tornou um clássico incontestável.

Origens e História: Uma Receita com Raízes Profundas

O Bacalhau Espiritual, apesar de seu nome peculiar, não tem ligações sobrenaturais. Sua história remonta a tempos em que o bacalhau era um alimento fundamental nas mesas de Portugal, especialmente durante períodos de jejum religioso. Acredita-se que o nome “Espiritual” tenha sido dado em reconhecimento à conexão entre a espiritualidade e a alimentação, uma vez que este prato era frequentemente preparado em dias religiosos.

Receita de Bacalhau Espiritual Tradicional

Bacalhau Espiritual Tradicional

5 from 2 votes
Prep Time 10 minutes
Cook Time 45 minutes
Servir como Prato Principal
Culinária Portuguesa
Servings 3 Pessoas
Calories 216 kcal

Equipment

  • Panela grande
  • Frigideira Grande
  • assadeira
  • Forno
  • Colher de pau

Ingredientes:
  

  • 400 g posta de bacalhau
  • ¼ xícara (chá) migalhas de pão de forma
  • 100 g queijo ralado
  • 100 g cenoura ralada
  • ½ xícara (chá) leite
  • 1 cebola , cortada em meia lua
  • 2 dentes de alho picado
  • 2 folha de louro
  • ¼ xícara (chá) azeite de oliva
  • sal e pimenta a gosto
  • 250 ml molho bechamel , pode ser caseiro ou comprado

Confeção:
 

  • Em uma panela com 1,5 L de água, adicione o bacalhau, 1 folha de louro, sal pimenta e deixe cozinhar. Depois disso lasque o peixe e reserve.
  • Mergulhe o pão no leite, escorra e reserve.
  • Agora em uma frigideira grande, refogue em azeite o alho, a cebola e cenoura e junto com a outra folha de louro.
  • Retire o louro, adicione o bacalhau e o pão. Coloque sal e pimenta ao gosto e refogue por mais 7 minutinhos.
  • Depois de refogado, adicione o molho bechamel, transfira para uma forma ou assadeira e salpique o queijo por cima .
  • Coloque para assar em forno pré aquecido a 180º por cerca de 10 minutos para gratinar.
  • Sirva ainda quente
Etiquetas azeite, bacalhau, bechamel, cenoura com chocolate, espiritual

Receita de Bacalhau Espiritual com Massa

Bacalhau Espiritua com Massa

5 from 2 votes
Prep Time 15 minutes
Cook Time 35 minutes
Servir como Prato Principal
Culinária Portuguesa
Calories 349 kcal

Equipment

  • Panela grande
  • Refratário
  • Forno

Ingredientes:
  

  • 500 g bacalhau dessalgado e desfiado
  • 250 g massa , como macarrão ou massa de lasanha
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 3 colher (sopa) azeite de oliva
  • 1 colher (sopa) manteiga
  • 1 colher (sopa) farinha de trigo
  • 500 ml leite
  • 150 g queijo gruyère ralado
  • Noz-moscada a gosto
  • Sal e pimenta a gosto
  • Farinha de rosca e mais queijo gruyère para gratinar

Confeção:
 

  • Cozinhe a massa de acordo com as instruções da embalagem até ficar al dente. Escorra e reserve.
  • Em uma panela grande, aqueça o azeite e a manteiga em fogo médio. Adicione a cebola e o alho picados e refogue até ficarem dourados.
  • Acrescente a farinha de trigo e mexa bem por alguns minutos para fazer um roux (um espessante para o molho).
  • Gradualmente, adicione o leite quente à mistura, mexendo constantemente até obter um molho cremoso. Tempere com noz-moscada, sal e pimenta a gosto.
  • Adicione o bacalhau desfiado ao molho e cozinhe por alguns minutos para que os sabores se misturem.
  • Misture a massa cozida no molho de bacalhau.
  • Transfira a mistura para um refratário untado e cubra com queijo gruyère ralado e pão ralado.
  • Leve ao forno pré-aquecido a 180°C por cerca de 20-25 minutos, ou até que o topo esteja dourado e borbulhante.
Etiquetas amanteigado, azeite de oliva, bacalhau, farinha de rosca, pão ralado

Veja também:

Bacalhau à Zé do Pipo: A Tradição Gastronómica Portuguesa

Bacalhau com Natas (Portugal)

Bacalhau à Minhota: Um Sabor Autêntico da Região de Minho

Bacalhau com Natas na Bimby: Uma Delícia à Velocidade da Luz

Caldeirada de Bacalhau: Um Tesouro Culinário Português

Conclusão

O Bacalhau Espiritual é um exemplo perfeito de como a culinária pode contar histórias e celebrar tradições. A rica história do prato, que remonta a épocas de jejum religioso, é uma homenagem à resiliência e à criatividade culinária portuguesa.

Ao saborear este prato, não estamos apenas degustando uma receita deliciosa, mas também honrando uma herança cultural e gastronômica que perdura ao longo dos séculos. A combinação de bacalhau, molho cremoso e queijo gratinado é uma experiência de sabor que você não esquecerá tão cedo.

Portanto, se você está em busca de uma aventura gastronômica autêntica, o Bacalhau Espiritual é uma escolha que o transportará diretamente para as tradições e os sabores de Portugal. Bon appétit!

Etiquetas:

7 comentários em “Bacalhau Espiritual, Uma Delícia Portuguesa com Certeza”

  1. Bacalhau espiritual é porque não se vê…tal como se faz para o pastel de bacalhau . A receita original nao leva massa..Leva cenoura ralada, pão demolhado molho bechamel…deverá ser com a consistência de um creme gratinado

  2. Boa tarde desde Portugal
    Acontece que o Bacalhau Espiritusl original não leva macarrão nem qualquer outra massa (pasta) mas é feito com cenoura ralada.

  3. Como é possível ! A senhora não faz a menor ideia da cozinha tradicional portuguesa! É preferível dizer que o bacalhau é a sua maneira ! As receitas de bacalhau mais antigas em Portugal são sagradas ! Essa receita não é nem nunca vai ser de bacalhau aliás até da foto tenho dúvidas . Tenha vergonha e tire um curso de cozinha tradicional Portuguesa.

  4. Está tudo perfeito e segue os preceitos das receitas de bacalhau que tanto caracterizam a cozinha portuguesa.
    É Bechamel que se escreve e pronuncia e não Bechaméu.
    Gratos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recipe Rating