Tag Archives: Minho

Belouras (Minho)

belouras

Beloura, bolacho, farinhato, pilouco ou bica são as diferentes designações deste manjar da cozinha tradicional portuguesa, mais concretamente da região do Minho, no norte de Portugal.
As belouras são feitas à base de farinha de trigo, de milho e de centeio, amassadas com sangue de porco e condimentadas com temperos fortes. Devem ser sempre cortadas em rodelas finas, fritas e servidas de imediato, bem quentes.
Tradicionalmente, as belouras integram a receita dos Rojões à moda do Minho, mas são um excelente acompanhamento de outros pratos ou petiscos.

Ingredientes:

Papas de Sarrabulho (Minho)

papas de sarrabulho

As papas de sarrabulho fazem parte das receitas tradicionais da cozinha portuguesa, sendo oriundas do Minho, no norte de Portugal. Os ingredientes principais destas papas são: sangue de porco (que dá origem ao termo sarrabulho), carne de galinha, carne de porco, cominhos e pão ou farinha de milho. São servidas como sopa ou como acompanhamento de pratos como os Rojões à moda do Minho.

As papas de sarrabulho são tradicionalmente feitas no Inverno, quando se realiza a matança do porco. Além disso, fazem um prato forte, que apetece sobretudo saborear no tempo frio.

Rojões à Moda do Minho

rojões à moda do Minho

Este prato de carne, típico da região do Minho, é um dos mais tradicionais da cozinha portuguesa. É confecionado com ingredientes diversos, que lhe dão um colorido e aparência peculiar, começando pela carne de porco cortada em cubos – designados rojões – tripas enfarinhadas, chouriço, fígado e sangue.

No Minho, os rojões são tradicionalmente servidos com rodelas de limão e raminhos de salsa, sendo também acompanhados com arroz de sarrabulhopapas de sarrabulho ou arroz branco.

Arroz de Sarrabulho (Ponte de Lima)

arroz de sarrabulho

O Arroz de Sarrabulho é um prato da cozinha tradicional portuguesa, originário de Ponte de Lima, sendo um dos mais genuínos do Alto Minho. Confecionado com vários tipos de carne (porco, vaca e galinha), sangue de porco e diversas especiarias, acompanha com os rojões à moda do Minho, belouras, tripas enfarinhadas ou batatas alouradas.

Esta receita tradicional surgiu nos meados do século XIX pelas mãos da cozinheira Clara Penha. Em 2006, foi criada a confraria do Arroz de Sarrabulho à moda de Ponte de Lima, a fim de divulgar e realçar o valor gastronómico e histórico deste prato.

Arroz de Lampreia (Entre-os-Rios)

arroz de lampreia

Surgem cada vez mais novas formas de cozinhar a lampreia, mas as receitas tradicionalmente portuguesas são o arroz de lampreia, cujas receitas mais famosas são as do Minho, e a Lampreia à Bordalesa.

A receita de arroz de lampreia de Entre-os-Rios é uma das várias receitas minhotas deste prato tradicional, cuja principal particularidade é a inclusão de ingredientes como o  vinho maduro tinto, o presunto e o salpicão.