Avançar para o conteúdo
Home » Biscoitos da Dona Brites

Biscoitos da Dona Brites

Compartilhe!

Estes bolinhos foram criados pelas freiras do Convento de Santa Clara, em Trancoso, no distrito da Guarda. Aquela congregação foi exímia em fazer autênticas especialidades a nível de doçaria conventual, como é o caso das famosas Sardinhas Doces.

O nome destes bolos estará associado à fundação do convento, autorizada por bula em 1537. Foi fundado por iniciativa de D. Cristóvão Mendes de Carvalho, fidalgo da casa de D. João III e seu desembargador no Paço, e por sua mulher, dona Beatriz (Brites) Correia.

Inegavelmente de origem conventual, os biscoitos da Dona Brites são genuinamente doces, como o denunciam a grande quantidade de gemas e açúcar empregues na receita.

Ingredientes:

  • 16 gemas
  • 2 claras
  • 2 colheres (café) de canela
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 500 g de açúcar

Confeção:

Leve o açúcar ao lume até ficar em ponto de pasta (quando a calda escorre da colher, deixando uma leve camada aderente).

Ligue o forno a 190º C.

Deixe arrefecer e adicione as gemas, previamente batidas, e as claras.

Bata tudo muito bem e adicione a canela e a farinha.

Leve ao lume durante alguns segundos.

Depois de bem batido, coloque o preparado em formas de queijadas, previamente untadas.

Leve a cozer, em banho-maria, entre 30 a 40 minutos.

Sugestão:

Para fazer o aproveitamento de tão grande quantidade de claras, prepare um Pudim Molotov  e os deliciosos Bolinhos de Amêndoa do Algarve.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *