Tag Archives: azeite

Arroz de Pombo Bravo com Hortelã (Alentejo)

arroz de pombo bravo

O Alentejo tem uma gastronomia variada e riquíssima, com aromas e paladares intensos. Sustentada em ingredientes simples, muitas vezes aqueles que se podem colher da terra – como o azeite, o alho, o pão e as ervas aromáticas – é, apesar disso, uma das regiões mais ricas de Portugal em termos gastronómicos.

Mas a cozinha tradicional alentejana é também caracteristicamente baseada na confeção de carne, sendo a de porco aquela que tem maior expressão, mas também a carne de borrego e a de caça. Este prato tradicional é uma das muitas expressões da gastronomia alentejana, tendo sido concorrente às 7 maravilhas da gastronomia portuguesa, na categoria de caça.

Chester de Natal (Brasil)

chester de Natal

A ceia de natal está muito ligada às tradições familiares, havendo famílias que têm as suas próprias receitas para a ceia e outras que comem somente os pratos tradicionais desta época festiva, de acordo com a cultura do país. No Brasil, um dos pratos que tem vindo a ocupar um lugar de cada vez maior destaque na mesa de Natal é o chester, em parte por ser uma carne mais suculenta do que o peru.

Saiba como preparar um saboroso chester de Natal, cuja receita deve ser preparada de véspera, ficando a carne a marinar de um dia para o outro, a fim de absorver bem o sabor dos temperos da marinada.

Pezinhos de Coentrada (Alentejo)

pezinhos de coentrada

Os pezinhos de coentrada são um dos muitos aperitivos de referência da riquíssimo cozinha tradicional alentejana. Como noutros comeres da região, também este prato transforma ingredientes simples em iguarias de eleição pelo prodígio dos alhos e dos coentros.

Este prato típico é geralmente servido sob a forma de sopas de pão, tão marcantes na  gastronomia do Alentejo. Existem várias formas de o preparar, algumas delas com carne de borrego, mas a receita original é feita com pezinhos de porco.

Pastéis de Bacalhau

pastéis de bacalhau

Esta especialidade da cozinha tradicional portuguesa é conhecida por pastéis de bacalhau, nas regiões centro e sul de Portugal, e por bolinhos de bacalhau, no norte do país. A primeira receita oficial data de 1904.

Estes pastéis podem ser servidos como entrada ou como acompanhamento de arroz de tomate ou salada de feijão-frade; são ainda muito populares como petisco em adegas e tavernas típicas em Portugal e em países lusófonos, como Angola e Brasil. Em várias regiões do país, são tradicionalmente servidos nas celebrações natalícias. São também comummente feitos como aproveitamento das sobras do bacalhau e batatas do Natal, à semelhança da Roupa Velha, podendo ser congelados e aproveitados em várias ocasiões, nomeadamente no Ano Novo.

Bacalhau à Luziamar (Viana do Castelo)

Bacalhau à Luziamar (Viana do Castelo)

Este prato de bacalhau, típico de Viana do Castelo, no norte de Portugal, popularizou-se e é hoje uma das referências da cozinha portuguesa.

Trata-se de uma receita farta, pelos ingredientes que leva e modo de confeção. É feita com lombos fritos de bacalhau, acompanhados com um refogado de cebola e tomate, rodeado de puré de batata. No final, vai ao forno a gratinar, coberto com presunto, pickles, maionese, tiras de pimentos, azeitonas e salpicado com queijo ralado.

Ingredientes: